Quem estava com saudades do Bloco Deslumbradas? Após dois anos sem carnaval, o tradicional bloco do Clube Belo Horizonte voltou às ruas, no último domingo, 12/02, com o evento de pré-carnaval do clube, que aconteceu com muita euforia e diversão. A programação se estendeu durante todo o dia, com hidrodance, desfile de fantasias na beira das piscinas e muita música.

A família de Elzira Martins César estava com saudade! Sócios há mais de 40 anos no Clube Belo Horizonte e fãs de carteirinha do Bloco Deslumbradas, eles colecionam os abadás. Comemorando a volta do evento, eles decoraram o quiosque onde estavam reunidos com vários modelos em um varal.

Fernanda Guimarães, filha de Elzira, contou que quase toda a família é sócia do CBH e que se reunir para participar do bloco já virou tradição: “Começou com o meu padrinho e depois todos foram se encantando pelo Clube e fomos fazendo, cada família, a sua cota. Desde que somos sócios, a gente participa do Bloco Deslumbradas, é um evento esperado por nós todo o ano. Ficamos muito tristes que nesses dois últimos não aconteceu por causa da pandemia”.

“Fazemos questão de comprar o abadá todo ano para guardar e fazer um varal para enfeitar o quiosque, porque para a gente é um momento bem importante em que toda a família está toda reunida. E agora, com a nova geração, os pequeninos estão vindo para ir no bloco também”, completou Fernanda.

Bruno, de apenas um ano e meio, também caiu na folia e acompanhou o desfile das Deslumbradas, por todo o seu trajeto, ao lado de seus pais. “É um prazer fazer parte do bloco e do Clube Belo Horizonte. Já tem mais de cinco anos participo com a minha família, juntamente com a família da minha esposa. Esse bloco é sensacional. Estava tudo ótimo, só alegria. Obrigado a todos da organização e da família CBH”, comentou Bruno Cunha, pai do garoto.

Miguel Souza (@dancepoet_), professor de dança do CBH, era energia pura. Agitou a turma do início ao fim, começando ainda dentro do Clube, puxando trenzinhos durante a charanga, depois animando a galera na rua e finalizando com a hidrodance após o Bloco. “Partimos da porta do CBH até perto da Igrejinha, numa raça e muita disposição, com muita alegria e muita vontade. Fiquei orgulhoso e arrepiado de ter dançado com todos e de ter puxado esse bloco maravilhoso”, comentou.

“A hidrodance na piscina também foi um arraso, todo mundo no hit dançando Léo Santana, arrebentando. Estou muito orgulhoso da turma do Clube Belo Horizonte. Conto com vocês toda quarta-feira de 19h às 21h. Vem dançar comigo e fazer parte da equipe de dança do CBH”, completou Miguel.

Confira mais fotos em: https://photos.app.goo.gl/ueDhXW6c85pyjm2m6

Fotos: Valmon Santos e equipe de comunicação CBH