No último fim de semana, dias 24 a 26/05, uma delegação de 56 pessoas do Clube Belo Horizonte, entre atletas e acompanhantes, embarcou para mais uma edição memorável do tradicional Intercâmbio Esportivo com o Clube Caiçaras, em Patos de Minas/MG.

O intercâmbio, que acontece desde 2018, tem o objetivo de trocar experiências não só em competições esportivas, mas também na convivência entre associados.

“Esse intercâmbio com o CBH é uma tradição já de vários anos e estamos buscando fazer o melhor possível para receber vocês. Temos que fazer o máximo porque o CBH sempre recebe muito bem a gente de Patos de Minas. A gente se torna uma família. Isso é importante para valorizar não só o esporte mas também o trabalho social que precisa ser feito acima de tudo”, disse Euler Caixeta, diretor de esportes do Clube Caiçaras.

CBH viaja para intercâmbio esportivo com o Clube Caiçaras, em Patos de Minas

“Além da programação esportiva, fomos recebidos com todo carinho e atenção em uma recepção que durou toda a tarde de sábado. Churrasco, feijoada, milho cozido, entre outras opções da cozinha caiçarense, além de um chopp geladíssimo fizeram parte de um verdadeiro banquete”, completou a diretora tesoureira do CBH, Cláudia Simone Silva.

A programação esportiva foi intensa. Os competidores se enfrentaram em três modalidades: futebol (categorias master e sênior), beach tennis (dupla mista) e vôlei master feminino. A paixão e a amizade deram o tom das partidas.

Time de futebol de CBH no campo com o Clube Caiçaras

No beach tennis, o CBH levou a melhor, mostrando um excelente desempenho nas quadras.

Já no vôlei master feminino, a disputa foi acirrada: após perder no set tie break no primeiro jogo, o CBH deu a volta por cima no domingo, vencendo com um placar de 3 sets a 0.

Edilson, diretor do Caiçaras, compartilhou seu entusiasmo com o retorno do Clube Belo Horizonte após tantos anos de intercâmbio e que foi interrompido pela pandemia: “Já fui sócio do Clube BH há muitos anos e é uma parceria que realmente deu certo. É uma união de todos. Infelizmente, por causa da pandemia, ficamos uns três anos sem o evento, mas daqui pra frente estamos juntos e iremos a BH. Estamos firmes”.

O diretor de Sede do Clube Belo Horizonte, Carlos Caixeta (Carlão) contou que o intercâmbio começou quando ele era presidente do CBH e enfatizou que os clubes têm feito o papel de co-irmãos. “A receptividade tanto aqui (em Patos) como lá (em BH) tem sido saudável e sem confusão. Receptividade familiar. Agradecemos muito o Clube Caiçaras. Espero que o intercâmbio continue por vários e vários anos”, disse.

O presidente do Clube Caiçaras, Geraldo Tinôco, expressou sua grande alegria em receber o CBH pela primeira vez em seu mandato e também destacou o desejo de que a parceria persista ao longo dos anos. “Esperamos que vocês voltem sempre!”, concluiu.

Confira alguns registros que recebemos deste encontro: https://photos.app.goo.gl/jyFXMdpnRGgYheo69