No sábado, 12/11, o CBH apoiou mais uma ação beneficente: a 4ª Feijoada Imprimix, cuja renda será revertida para o Lar da Fraternidade Irmão Fábio, que acolhe crianças vítimas de maus tratos que aguardam por adoção. Cerca de 250 pessoas, entre sócios e não sócios, estiveram presentes contribuindo para esta ação solidária, além de saborear uma deliciosa feijoada, ao som da dupla sertaneja Pablo e Conrado e do grupo de samba Pura Euforia.

 

Segundo a coordenadora do Lar, Tânia Trajado, a ação ajuda muito a instituição: “Temos um convênio com a Prefeitura que supre o básico da nossa casa, todo restante adquirimos através de doações voluntárias. Este evento pra gente significa em média três meses de respiro, ou seja, três meses com tudo o que precisamos atendido”.

Um dos sócios da Imprimix e organizador do evento, Daniel Salvador, contou que é colaborador da instituição há cerca de dez anos e que o amor pelas crianças inspirou a iniciativa da Feijoada Beneficente, há quatro anos. Segundo ele, o evento vem crescendo e ficou ainda melhor este ano com a parceria do CBH. “Só temos a agradecer pela hospitalidade e toda estrutura oferecida. Torcemos para que esta parceria permaneça nos próximos anos”, disse.

O diretor Cláudio Oliveira de Aguiar e o vice-presidente do Conselho do CBH, Hélio Silveira de Moraes, retribuíram os agradecimentos pela parceria. “É nosso interesse contribuir com esta causa, pois sem dúvidas é uma graça para nós podermos ajudar ao próximo. Agradecemos à equipe da Imprimix que realiza tão bem esse trabalho há anos e que, nesta edição, nos deram a honra de abraçar essa boa causa junto a eles”, comentou Hélio. “Agradeço a todos os que patrocinaram, aos músicos que doaram parte de seus cachês, à equipe da cozinha e a todos que direta e indiretamente contribuíram para que este evento acontecesse”, completou Cláudio.

Os sócios Geane Reis e Antonio Camilo parabenizaram o CBH pela iniciativa. “O clube demonstrou que, por mais que estejamos em um período de crise, é possível pensar no próximo e ajudar. Hoje estamos aqui nos divertindo e ao mesmo tempo contribuindo com uma instituição e isso é muito bom”, afirmaram.

O evento foi um sucesso, começando com muita moda de viola ao som da dupla sertaneja Pablo e Conrado e fechando com o grupo Pura Euforia que colocou todo mundo para sambar.