O campo do CBH está com cara de estádio! Atendendo a uma demanda dos sócios amantes do futebol, uma nova iluminação foi entregue pela Diretoria CBH em Frente, na última quinta-feira (14/07). A inauguração aconteceu com jogos noturnos envolvendo a turma da tradicional pelada do clube.

“Realizamos a substituição dos refletores – de lâmpadas de vapor de mercúrio por lâmpadas de led – melhorando assim a luminosidade do campo, um pleito dos associados que jogam a noite, e reduzindo consideravelmente o consumo de energia elétrica”, explica o vice-presidente do CBH, Alexandre Jacks.

Diretores do CBH prestigiando os jogos. Da dir. para esq.: Almir Caixeta (presidente), Cláudio Aguiar (2º Secretário), Alexandre Jacks (vice-presidente) e André Dias (presidente do Conselho)

De acordo com o eletricista responsável, a economia gerada é de mais de 50% sobre o valor de consumo do campo: “A potência caiu consideravelmente. Antes era disjuntor de 170A, hoje disjuntor de 100A, e a geral de cada circuito com chave de 45A de consumo. Então caiu bastante e vai gerar uma economia considerável”.

“Eu achei essa nova iluminação sensacional! Gostaria de aproveitar o ensejo e parabenizar a diretoria através do Almir, Carlão e Rui. Melhorou muito! Inclusive estamos pedindo rodadas do Cifuca em dias de semana para que a gente possa jogar a noite e aproveitar essa iluminação” comentou o sócio Márcio Lopes.

Da esq; para dir.: Márcio Lopes, Almir Caixeta (presidente do CBH), Carlos Caixeta (diretor de Sede), Ralph Mattar e Alexandre Jacks (vice-presidente do CBH)

Da esq; para dir.: Márcio Lopes, Almir Caixeta (presidente do CBH), Carlos Caixeta (diretor de Sede), Ralph Mattar e Alexandre Jacks (vice-presidente do CBH)

O sócio Ralph Marttar também gostou: “Ficou praticamente um estádio de futebol. Há um tempo vínhamos pedindo isso e, graças a Deus, a diretoria conseguiu essa proeza. Ficou excelente!”.

“O que fazemos é para os sócio. Há muito tempo queríamos melhorar a iluminação. Para nós, de mais de idade, o campo estava muito escuro, e agora ficou tudo de primeira, estamos com um estádio que pode disputar jogos de primeira divisão”, brincou Rui César, diretor de Esportes do Clube Belo Horizonte.