A ginástica rítmica trouxe uma atmosfera diferente para o ginásio do CBH no sábado, 04 de junho, marcada pela pureza e pela simplicidade das atletas de pouca idade, mas de muito potencial!

A ginástica rítmica trouxe uma atmosfera diferente para o ginásio do CBH no sábado, 04 de junho, marcada pela pureza e pela simplicidade das atletas de pouca idade, mas de muito potencial!

Os eventos da ginástica rítmica já se tornaram um evento importante no calendário esportivo do CBH. Em 2015 foi a primeira ocasião em que o clube recebeu o evento anual. Em 2016 o CBH recebeu a honra de sediar mais uma vez o evento. “Deveria ter mais eventos assim! Gostei muito da iniciativa do clube de sediar este tipo de trabalho. Os pais se envolvem muito, minha filha de 12 anos ficou super animada, estamos muito felizes com o momento”, comentou Taciane Aparecida da Conceição, sócia do CBH.

No período da manhã aconteceram as apresentações do Campeonato Escolar, que reuniu as atletas mais novas, 46 ao todo, das categorias Mirim, Pré-Infantil 2 e Infantil 2. À tarde aconteceram as apresentações válidas pela 1ª Etapa do Torneio Estadual, que contou com atletas mais experientes e um alto nível de competitividade.

A professora Daniela Oliveira, técnica de Ginástica Rítmica do CBH, gostou muito do resultado. “Fiquei muito feliz com apresentação das meninas. Sem dúvidas a nossa dedicação e esforço foram fundamentais. Acredito que estamos no caminho para alcançarmos grandes vitórias”, disse ela.

Em eventos dessa natureza também é recorrente a presença orgulhosa dos pais acompanhando o momento importante das pequenas, como é o caso da Simone Guerra, mãe da Vitória, de 15 anos, da equipe do Espaço Cultural  GRM. “Ela começou com 7 anos e meio. Já foi campeã brasileira e sul-americana e recentemente conquistou o 3º lugar geral em Sofia, na Bulgária”, conta a mãe orgulhosa, que é também fotógrafa e vai acompanhando a filha sempre com a câmera para registrar tudo.

Outra mãe admirada com o talento da filha é a Adriane Angélica, mãe da Larissa Fernandes, atleta do CBH. Larissa tem hoje 13 anos, e começou na ginástica com apenas 6 anos. “Ela viu na TV e disse: ‘Mãe, eu quero fazer aquilo que corre e pula’. Demorei um pouco mas descobri que ela estava falando da ginástica. Hoje, a ginástica é muito mais que o pódio. Elas amam o que fazem. Empenham muito esforço e dedicação. O pódio é consequência”. A treinadora, Daniela Oliveira, também admira muito o empenho de Larissa. “Ela mora no Vista Alegre. Vem todos os dias sozinha de ônibus para treinar no clube. É muito esforçada e dedicada”.

 

Resultados

No Campeonato Escolar, o CBH conquistou Bronze no infantil II (11 e 12 anos), Ouro no Conjunto Mãos Livres (9 e 10 anos) e foi Vice Campeão por Equipe.

Na primeira etapa do Estadual, o CBH conquistou o quarto lugar com Larissa. “A Larissa treina comigo já apenas um ano e pouco e competiu com meninas com cinco a seis anos de experiência em competições estaduais e nacionais. Foi um ótimo resultado. Fiquei imensamente feliz por ela e vimos que estamos no caminho certo”, comentou a técnica Daniela.

 

Fotos – Campeonato de Ginástica Rítmica